Correlação entre volume tireoidiano determinado pelo método de ultrassonografia versus cintilografia e sua implicação em cálculos dosimétricos na terapia com radioiodo na doença de Graves

Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Search DSpace



Browse

My Account

Statistics