Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/19648
Título: O processo de regionalização do SUS: revisão sistemática
Autor(es): MELLO, Guilherme ArantesPEREIRA, Ana Paula Chancharulo de MoraisUCHIMURA, Liza Yurie TeruyaIOZZI, Fabíola LanaDEMARZO, Marcelo Marcos PivaVIANA, Ana Luiza d’Ávila
Parte de: CIENCIA & SAUDE COLETIVA, v.22, n.4, p.1291-1310, 2017
Resumo: Abstract This review focuses only on specific studies into the SUS regionalization process, which were based on empirical results and published since 2006, when the SUS was already under the aegis of the Pact for Health framework. It was found that the regionalization process is now underway in all spheres of government, subject to a set of challenges common to the different realities of the country. These include, primarily, that committee-structured entities are valued as spaces for innovation, yet also strive to overcome the bureaucratic and clientelist political culture. Regional governance is further hampered by the fragmentation of the system and, in particular, by the historical deficiency in planning, from the local level to the strategic policies for technology incorporation. The analyses enabled the identification of a culture of broad privilege for political negotiation, to the detriment of planning, as one of the main factors responsible for a vicious circle that sustains technical deficiency in management.

Resumo Nesta revisão foram incluídos apenas estudos específicos sobre o processo de regionalização do SUS, baseados em resultados empíricos e publicados a partir de 2006, já sob o referencial do Pacto pela Saúde. Foi evidenciado que o processo de regionalização é hoje uma realidade em todas as esferas de governo, sujeito a um conjunto de desafios comuns às diversas realidades do país. Entre os principais, os colegiados são valorizados com espaços de inovação, mas ainda em busca da superação da cultura política burocrática e clientelista. A governança regional é ainda prejudicada pela fragmentação do sistema e, em particular, pela histórica deficiência com planejamento, desde o nível local às políticas estratégicas de incorporação tecnológica. As análises permitiram implicar a cultura de amplo privilégio para negociação política em detrimento do planejamento como uma das principais responsáveis por um ciclo vicioso que sustenta a deficiência técnica da gestão.
Aparece nas coleções:

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - FM/MPR
Departamento de Medicina Preventiva - FM/MPR

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - LIM/39
LIM/39 - Laboratório de Processamento de Dados Biomédicos


Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
art_MELLO_O_processo_de_regionalizacao_do_SUS_revisao_sistematica_2017_eng.PDFpublishedVersion (English)324.85 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
art_MELLO_O_processo_de_regionalizacao_do_SUS_revisao_sistematica_2017_por.PDFpublishedVersion (Portuguese)297.45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.