Please use this identifier to cite or link to this item: https://observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/2014
Title: Low-grade astrocytoma - surgical outcomes in eloquent versus non-eloquent brain areas
Authors: BIANCO, Andre de MacedoMIURA, Flavio KeyCLARA, CarlosALMEIDA, Jose Reynaldo W.SILVA, Clemar Correa daTEIXEIRA, Manoel JacobsenMARIE, Suely K. Nagahashi
Citation: ARQUIVOS DE NEURO-PSIQUIATRIA, v.71, n.1, p.31-34, 2013
Abstract: A retrospective study of 81 patients with low-grade astrocytoma (LGA) comparing the efficacy of aggressive versus less aggressive surgery in eloquent and non-eloquent brain areas was conducted. Extent of surgical resection was analyzed to assess overall survival (OS) and progression-free survival (PFS). Degree of tumor resection was classified as gross total resection (GTR), subtotal resection (STR) or biopsy. GTR, STR and biopsy in patients with tumors in non-eloquent areas were performed in 31, 48 and 21% subjects, whereas in patients with tumors in eloquent areas resections were 22.5, 35 and 42.5%. Overall survival was 4.7 and 1.9 years in patients with tumors in non-eloquent brain areas submitted to GTR/STR and biopsy (p=0.013), whereas overall survival among patients with tumors in eloquent area was 4.5 and 2.1 years (p=0.33). Improved outcome for adult patients with LGA is predicted by more aggressive surgery in both eloquent and non-eloquent brain areas.

Foi realizado estudo retrospectivo em 81 pacientes com astrocitoma de baixo grau (LGA) comparando a eficácia da ressecção cirúrgica com cirurgia menos agressiva em relação à área eloquente e não eloquente do cérebro. A extensão da ressecção cirúrgica foi analisada para avaliar a sobrevida geral (OS) e o tempo livre de doença (PFS). O grau da ressecção cirúrgica foi classificado como ressecção total (GTR), subtotal (STR) e biópsia. Nos pacientes com lesão em área não eloquente foram realizadas GTR, STR e biópsia em 31, 48 e 21% dos casos, enquanto, naqueles com lesão em área eloquente, em 22,5, 35 e 42,5%, respectivamente. A sobrevida geral foi de 4,7 e 1,9 anos em pacientes com lesões em área não eloquente submetidos à GTR/STR e biópsia (p=0,013). Nos pacientes com lesão em áreas eloquentes, a sobrevida geral foi de 4,5 e 2,1 anos (p=0,33), respectivamente. A extensão da ressecção é fator preditivo de sobrevida tanto nas lesões em áreas eloquentes quanto nas não eloquentes.
Appears in Collections:

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - FM/MNE
Departamento de Neurologia - FM/MNE

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - HC/ICHC
Instituto Central - HC/ICHC

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - HC/IPq
Instituto de Psiquiatria - HC/IPq

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - LIM/15
LIM/15 - Laboratório de Investigação em Neurologia

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - LIM/26
LIM/26 - Laboratório de Pesquisa em Cirurgia Experimental

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - LIM/61
LIM/61 - Laboratório de Pesquisa em Cirurgia Torácica


Files in This Item:
File Description SizeFormat 
art_BIANCO_Low_grade_astrocytoma_surgical_outcomes_in_eloquent_versus_2013.PDFpublishedVersion (English)241.66 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.