Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/5247
Título: Adaptação cultural cruzada e validação da versão do Índice Funcional de Espondilite Anquilosante de Bath (BASFI) para o português do Brasil
Autor(es): CUSMANICH, Karla GarcezKOWALSKI, Sergio CandidoGALLINARO, Andrea LopesGOLDENSTEIN-SCHAINBERG, ClaudiaSOUZA, Lilian Avila Lima eGONCALVES, Celio Roberto
Parte de: REVISTA BRASILEIRA DE REUMATOLOGIA, v.52, n.5, p.737-741, 2012
Resumo: Objetivo:Conduzir uma adaptação cultural cruzada do Índice Funcional de Espondilite Anquilosante de Bath (BASFI, Bath Ankylosing Spondylitis Functional Index) para o português do Brasil e avaliar suas propriedades de medição.Métodos:O BASFI foi traduzido por quatro reumatologistas e três professores de língua inglesa. O questionário traduzido foi aplicado a pacientes com espondilite anquilosante por observadores treinados e autoaplicado em três momentos, dias 1, 2 e 14. A validade foi estimada analisando-se a associação do BASFI e as medidas de capacidade funcional (rotação cervical,distância intermaleolar, teste de Schober e distância occipito-parede). A consistência interna foi testada pelo coeficiente de Cronbach, e a confiabilidade pelo teste-reteste (coeficiente de correlação intraclasse [CCI]).Resultados: Foram incluídos 60 pacientes com espondilite anquilosante: 85% do gênero masculino, com idade média de 47 ± 12 anos e duração média da doença de 20 ± 11 anos. A confiabilidade intraobservador no teste-reteste (intervalode duas semanas)revelou alto ICC(0,999; 95% IC: 0,997–0,999), além de alta consistência interna (coeficienteα de Cronbach: 0,86; 95% IC: 0,80–0,90).Considerando-se a validade, os índices do BASFI foram correlacionados com a rotação cervical(0,53; P < 0,001) e a distância intermaleolar (0,50; P < 0,001).Conclusão:A versão do BASFI para o português do Brasil é confiável e válida para avaliação de pacientes com espondilite anquilosante.

Objective:To conduct a cross-cultural adaptation of the Bath Ankylosing Spondylitis Functional Index (BASFI) into Brazilian-Portuguese language and to assess its measurement properties. Methods: The BASFI was translated by four rheumatologists and three English teachers. The translated questionnaire was applied to ankylosing spondylitis patients by trained observers, and self-administered in three moments: days 1, 2, and 14. The validity was assessed analyzing the association of BASFI and functional capacity measures (cervical rotation, intermalleolar distance, Schober’s tes and occiput-to-wall distance). The internal consistence was tested by Cronbach’α coefficient and the reliability by test-retest (intraclass correlation coefficient – ICC). Results: A total of 60 patients with ankylosing spondylitis was included:85% male, mean age 47 ± 12 years, and mean disease duration 20 ± 11 years. The intra-observer test-retest (two-week interval)reliability showed a high ICC (0.999, 95% CI: 0.997–0.999) and a high internal consistency (Cronbach’s α coefficient: 0.86, CI 95%: 0.80–0.90). Considering the validity, the BASFI indices were correlated with cervical rotation(0.53, P < 0.001) and with intermalleolar distance (0.50, P < 0.001).Conclusion: The BASFI Brazilian-Portuguese version is reliable and valid for assessment of patients with ankylosing spondylitis.
Aparece nas coleções:

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - HC/ICHC
Instituto Central - HC/ICHC


Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
art_KOWALSKI_Cross_cultural_adaptation_and_validation_of_the_version_2012_eng.PDFpublishedVersion (English)641.23 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
art_KOWALSKI_Cross_cultural_adaptation_and_validation_of_the_version_2012_por.PDFpublishedVersion (Portuguese)632.63 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.