Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/578
Título: Pain in photodynamic therapy: mechanism of action and management strategies
Autor(es): CHAVES, Yuri NogueiraTOREZAN, Luis AntonioNIWA, Ane Beatriz MautariSANCHES JUNIOR, Jose AntonioFESTA NETO, Ciro
Parte de: ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA, v.87, n.4, p.521-529, 2012
Resumo: Photodynamic therapy involves administration of a photosensitizing drug and its subsequent activation by irradiation with a light source at wavelengths matching the absorption spectrum of the photosensitizer. In many countries around the world, topical photodynamic therapy has been approved for treatment of cutaneous oncologic conditions such as actinic keratosis, Bowen's disease, and superficial basal cell carcinoma. Multicenter, randomized, controlled studies have confirmed its efficacy and superior cosmetic outcomes compared to conventional therapies. Nevertheless, this therapeutic method presents some adverse effects, such as erythema, edema, pigmentation, pustules, and pain. There is no doubt that pain is the most severe of the adverse effects, being sometimes responsible for definitive treatment interruption. The pain mechanism has not yet been fully understood, which makes complete pain control a challenge to be conquered. In spite of that, this literature review presents some useful pain management strategies as well as the most important pain-related factors in photodynamic therapy.

A terapia fotodinâmica consiste na administração de uma droga fotossensibilizante e sua subseqüente irradiação com uma fonte de luz de espectro correspondente ao do seu fotossensibilizador. Em diversos países do mundo, a terapia fotodinâmica tópica é aprovada para o tratamento de condições oncológicas cutâneas como queratoses actínicas, doença de Bowen e carcinoma basocelular superficial. Estudos multicêntricos controlados e randomizados confirmam sua eficácia e seus resultados cosméticos superiores em relação às terapias convencionais. No entanto, existem alguns efeitos adversos inerentes a esse método terapêutico, como eritema, edema, pigmentação, pústulas e dor. Essa última é, sem dúvida, a mais importante deles, chegando a ser responsável pela interrupção definitiva do tratamento em alguns casos. O mecanismo dessa dor permanece ainda não completamente entendido. Tal fato faz do controle total da dor durante a terapia fotodinâmica um desafio ainda a ser conquistado. Apesar disso, esta revisão apresenta algumas estratégias que podem ajudar os pacientes a tolerar melhor a terapia fotodinâmica, além de relacionar os principais fatores ligados à dor descritos na literatura.
Aparece nas coleções:

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - FM/MDT
Departamento de Dermatologia - FM/MDT

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - HC/ICHC
Instituto Central - HC/ICHC

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - LIM/53
LIM/53 - Laboratório de Micologia


Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
art_CHAVES_Pain_in_photodynamic_therapy_mechanism_of_action_and_2012.PDFpublishedVersion (English)91.54 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.