Please use this identifier to cite or link to this item: https://observatorio.fm.usp.br/handle/OPI/29542
Title: Potências do CiberespaSUS: redes sociais como dispositivos de políticas públicas de saúde no Brasil
Authors: FERIGATO, Sabrina HelenaTEIXEIRA, Ricardo RodriguesCAVALCANTI, Felipe de Oliveira LopesDEPOLE, Barbara de Fatima
Citation: CIENCIA & SAUDE COLETIVA, v.23, n.10, p.3277-3286, 2018
Abstract: This paper examines two experiences of social networks developed as a space for strengthening public health policies in the Brazilian context. Objective: To describe and analyze some possibilities of using social networks as devices linked to public health policies based on the experience of two comparative cases currently underway in Brazil: The HumanizaSUS Network and the Community of Primary Care Practices. Methods: This is qualitative research with a comparative case study approach, with emphasis on the exploitation of data available in the public platform of both networks and publications around these two experiences. Results: Webometric data of the cases studied will be shown, pointing out aspects of differentiation and similarity between them from three axes of analysis: (1) theoretical-conceptual framework; (2) the design of the platform, its functionalities and its daily support process; (3) the singularities of the related policies. The discussion of these points indicates that social networks can function as devices for education, production of a collection of experiences, clinical collaboration and especially a collaborative creation of spaces for sharing experiences and collective reflection on the daily construction of public policy.

Este artigo examina duas experiências de redes sociais desenvolvidas como espaço de fortalecimento das políticas públicas de saúde no contexto brasileiro. O objetivo é descrever e analisar algumas possibilidades de uso das redes sociais como dispositivos vinculados às políticas públicas de saúde, a partir da experiência de dois casos comparados em curso no Brasil: a Rede Humaniza SUS e a Comunidade de Práticas da Atenção Básica. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que parte da abordagem de estudo de caso comparados, com ênfase na exploração de dados disponíveis na plataforma pública de ambas as redes e em publicações em torno destas duas experiências. Serão apresentados dados webométricos dos casos estudados, apontando aspectos de diferenciação e semelhança entre eles, a partir de três eixos de análise: (1) marco teórico-conceitual; (2) o design da plataforma, suas funcionalidades e seu processo de sustentação cotidiana; (3) as singularidades das políticas vinculadas. A discussão desses pontos indica que as redes sociais podem funcionar como dispositivos para a formação, para a produção de acervo de experiências, para a colaboração clínica e, especialmente, para a criação colaborativa de espaços de compartilhamento de experiências e reflexão coletiva sobre a construção cotidiana de uma política pública.
Appears in Collections:

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - FM/MPR
Departamento de Medicina Preventiva - FM/MPR

Artigos e Materiais de Revistas Científicas - LIM/39
LIM/39 - Laboratório de Processamento de Dados Biomédicos


Files in This Item:
File Description SizeFormat 
art_FERIGATO_Potentialities_of_ciberspaSUS_social_networks_as_devices_of_2018_eng.PDFpublishedVersion (English)171.81 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
art_FERIGATO_Potentialities_of_ciberspaSUS_social_networks_as_devices_of_2018_por.PDFpublishedVersion (Portuguese)182.82 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.